Com que roupa eu vou?

Quem nunca titubeou diante do dress code de algum evento que atire a primeira pedra. Também pudera: esporte, passeio, passeio completo, black tie. Palavras aleatórias que na verdade não dizem nada. Algumas pessoas são legais e deixam a tarefa mais fácil, por exemplo, recebi um convite para uma festa de quinze anos que além do traje, colocaram uns sinais do que não pode: boné, camiseta e tênis. Achei simpático, ainda mais considerando a ocasião, mas isso não cairia bem em um convite de casamento por exemplo.

Então vamos lá, o traje esporte (nada de ir tirando o short do futebol do armário) é o mais fácil e raramente vai ser visto em um convite, até porque um evento que requer esse tipo de roupa normalmente não tem um convite oficial (daqueles que te mandam por correio com papéis brilhantes ou texturizados e um número para RSVP).  Um churrasco na casa de alguém, esporte. Calça jeans e camiseta para os moços (é sempre mais fácil para eles, injustiças da vida), para as moças, calças de tecido, vestidos na altura do joelho, saias e blusinhas. Muito brilho ou uma make carregada não combinam com esse tipo de dress code. O resumo do traje esporte é que ele é simples e informal, mas isso não significa estar desarrumado.

Esporte

Esporte

Já o passeio, que também pode ser chamado de tenue de ville é o famoso esporte fino. Normalmente esse tipo de apresentação é pedida em eventos descontraídos, mas normalmente, noturnos. Provavelmente é o que você usa para ir a uma festa qualquer à noite (pelo menos para as meninas os meninos ainda conseguem segurar o esporte aqui). Se o convite pedir esse tipo de traje, para os moços já não rola uma camiseta, mas jeans, camisa e um blazer resolvem tudo.  As moças precisam ficar de olho no horário, se for durante o dia, túnicas, pantalonas ou tailleur com calça ou saia. Para a noite, o Ideal é o tal do “pretinho básico”.

Esporte fino

Esporte fino

Se o seu convite diz passeio completo ou social, pode se preparar que a festa é fina. Para os moços é a hora de tirar o terno do armário e eu bem sei que não é a peça que mais amam, mas a gravata aqui já se faz necessária. As opções par as moças já são maiores, durante o dia vestidos longuetes em tecidos nobres, a noite, longos. Decotes, transparências e fendas já fazem mais sentido, assim como joias e uma make mais trabalhada. Vale falar que o comprimento do vestido não é regra, é bem possível compor um visual social com um vestido curto, mas aí tem que ser O vestido.

Passeio completo

Passeio completo

Agora o negócio fica chique mesmo, glamour minha gente. Se o seu convite indicar black tie, rigor ou tenue de soirée (me chama!) você provavelmente foi convidado para um grande baile, uma noite de gala, ou uma mega premiação. Oscar talvez. Para os rapazes agora é smoking, se for preto (ou um azul escuro bem bacana) não tem erro. Claro que dá pra ser uma calça preta e o smoking em outra cor, mas o pretão é garantia de acertar. A gravata ideal agora é a borboleta.

Black tie masculino

Black tie masculino

Vamos fazer uma análise rápida sobre a imagem a cima: Ben Affleck escolheu não usar a borboleta. Tá errado? Não exatamente, mas ficaria melhor, sem dúvidas.  John Meyer e Luke Evans ilustram o que eu falei dos smokings coloridos, podem funcionar muito bem.  Agora, uma coisa muito importante, comparando o Luke Evans e o Bradley Cooper, caimento. Rapazes da minha vida, o mais importante na hora de colocar um terno ou smoking é o caimento, se eles não tiverem cortes, formas e tamanhos certos para o seu corpo não fica bacana.

Black tie tradicional. Gerard, <3

Black tie tradicional.
Gerard, <3

Moças, se complicou para os meninos para vocês mais ainda, mas nada de pânico. Longo com bainha a baixo do tornozelo, caudas também entram aqui. Tecidos muito elegantes, fendas, brilho, decotes, volumes, pode tudo. Só não de uma vez só né. Saltos altos e agulha, não tem jeito. Para a bolsa, pequenas de festa, mas no black tie elas devem ser de tecido ou metal e quando eu digo tecido é mais para o lado da seda do que da chita tá? No quesito beleza, pode marcar o salão, você vai precisar de um excelente penteado, de preferência preso e a maquiagem deve estar perfeita.

Gala

Gala

Pode ser que o convite não especifique nenhum traje específico, nesse caso algumas questões devem ser consideradas: horário do evento, festas diurnas sempre pedem roupas mais informais do que as noturnas. Festas em lugares abertos também pedem trajes mais descontraídos do que locais fechados. Por último, mas não menos importante, o perfil dos anfitriões, como você imagina que eles estarão vestidos? Pronto! Problema resolvido.

Raquel, aquela que tem uma festa esporte fino e outra passeio completo nas duas próximas semanas e tá revirando o armário.

Advertisements

Novidadinhas de beleza

Começou a aparecer por aí o tal do Mira curl que é uma maquininha sensacional. Ela promete fazer cachos (ou ondulações) de uma forma BEM simples. Achei sensacional, de verdade. Eu tenho um babyliss normal e olha, vou te falar, sempre me queimo, nunca acerto a quantidade de cabelo, os cachos ficam tortos, é uma desgraça. Então quando vi isso, tive que dividir com vocês. Funciona assim: você separa uma mecha de cabelo e coloca na maquininha (ela abre e fecha, tipo uma chapinha tradicional), aí a maquininha puxa seu cabelo para dentro e faz o cacho de acordo com as configurações que você escolheu. Ela até apita avisando quando o cacho está pronto.  Coloquei um vídeo (meio breguinha) que explica tudinho sobre o Mira curl, dura mais ou menos 10 minutos, mas é interessante. Eu tenho cabelo liso mas adoro volume, e sempre tento cachear o cabelo, não costuma funcionar. Para quem curte também e é meio desajeitada como eu (ou não, mas quer uma forma mais confortável de fazer cachos) é um pequeno milagre.

O problema: sempre tem que ter um né. No caso são dois, a máquina aceita mechas de determinada largura, o que significa que você não vai poder fazer micro ou maxi cachos é aquele tamanho e pronto. O segundo problemiNHA, é o preço. Varia entre R$700 e R$ 1000. Então, estou aguardando outras marcas lançarem suas cópias e o preço começar a cair. Até lá, vou me queimando com o babyliss mesmo e haja mousse para dar volume nesse cabelo lambido.

Agora vou falar de coisa boa, coisa que não custa os olhos da cara. Um delineador ergonômico. O formato da embalagem dá firmeza na hora de fazer aquele traçado traiçoeiro. Amo maquiagem, mas desisti de delineadores pelo simples motivo de que ficava uma coisa meio Amy Whinehouse demais para o meu gosto. Admiro muito quem consegue fazer aquela linha fininha sem dar nem uma tremidinha.

Delineador ergonômico NYX

Delineador ergonômico NYX

Além da NYX, a Clio e a Sephora também já tem esse modelinho de embalagem disponível. Parte chata: dei uma fuçada na internet e não achei fácil de encontrar para comprar. Só vi o da NYX por R$50,00. O da Sephora é novidade e estamos na torcida de que chegue nas lojas brasileiras em breve, lá fora sai por 14 obamas.  Aqui tem um vídeo mostrando como ele funciona. Vale a pena conferir, é rapidinho. 

Sobre estampas

Um dia desses me fizeram uma pergunta muito legal, “Legging estampada, pode, nao pode? Gordinha pode?” Vou começar a explicação dizendo que independente da pergunta, a resposta sempre será “depende”. Para não entediar vocês explicando todos os pormenores, escolhi falar das estampas e vou começar jogando seu mundo no chão: sabe aquela história de que listras verticais emagrecem e horizontais engordam? Então, não é bem assim não minha gente. Vamos lá:

Na imagem acima temos duas formas do mesmo tamanho, vocês conseguem ver que a figura que tem as listras mais largas parece maior, mais larga? Então, é assim que funciona. Listras verticais tendem sim a alongar, afinar (já que elas guiam o olhar nessa direção), mas conforme as listras se alargam, menor é essa ilusão ótica. O mesmo acontece com as listras horizontais, como representado na imagem a baixo. Então podemos dizer que quanto menor a estampa (e concentrada) menor o objeto (ou seu quadril, busto, cintura) vai parecer.

horizontais 2

Agora entra a segunda questão. Cor. Existem discussões sobre cores claras engordarem ou não. O grupo do não diz que depende do tecido, da textura, do caimento e sim, eles têm razão, mas, falando de cor exclusivamente, sim, cores claras engordam (e quando digo engordam entendam como “aumentam”, “alargam”) Cores claras – em especial o branco-  refletem mais a luz e por isso dão essa impressão. Isso vale para a roupa que se usa e a cor que você pinta seu quarto por exemplo.

quadriculado

Por último, mas não menos importante é onde essa estampa vai entrar? Se você tem o quadril largo e usar uma estampa (principalmente clara ou muito colorida) na calça, provavelmente ele vai parecer mais largo. Aí você me diz: “Mas eu adoro blusinhas estampadas e tenho o busto grande, nunca mais posso usar uma blusa florida?” C-L-A-R-O que pode.  Personal styling e consultoria de imagem têm regrinhas, mas elas estão ali para orientar e nunca para impossibilitar. O mais importante é que você use o que goste. Quer a blusa estampada, é só escolher com um pouco de amor as cores e tamanho da estampa. Quer enlouquecer e usar a maior estampa de fundo branco? Tudo bem também, a gente compensa escolhendo uma calça/short/saia que equilibre esse “aumento”.

Escolhi usar no post listas, pretas e cinzas, mas essas análises se aplicam a qualquer estampa. Aqui em baixo vou colocar algumas estampas em comparação e é a vez de vocês analisarem.

Para finalizar, uma dica. A moda beetlejuice deve continuar por aí ainda, melhorada talvez (tomara). As novas coleções têm muitas listras largas, bem largas ou em grande quantidade (um longo por exemplo). Quase sempre com branco, mas o preto já não é par obrigatório.  Anima?

NYFW

London Fashion Week

London Fashion Week

Festival do Rio

Na próxima quinta-feira começa o Festival do Rio e a programação já está disponível no site, inclusive com  os horários e cinemas. São mais ou menos 400 filmes entre documentários, curtas e longas divididos em 29 mostras.

Imagem

O festival termina dia 10 de outubro e uma coisa é certa, estarei fluente em alemão. Pelo menos quatro mostras são dedicadas ao cinema alemão.

Escolher os filmes pode ser tarefa difícil (passei algumas horas do fim de semana criando uma lista que começou com 103 filmes e depois de algum esforço, reduzi para 28).

Dicas básicas: filmes de diretores muito conhecidos ou com um elenco famoso tenDem a entrar no circuito depois do fim do festival, então deixe o Woody Allen para depois, sem medo de ser feliz.

Para quem tem tempo (e um trocado sobrando), o passaporte é uma ótima opção. Fila preferencial para pegar ingressos e o valor unitário sai mais ou menos pela metade do preço. Eles são vendidos em duas versões, 20 e 40 ingressos.

Cinema é uma paixão para mim, mas está longe de ser uma especialidade, então para sugestões de filmes eu recomendo que vocês visitem o Sessão Boteco, já começaram a pipocar umas dicas super interessantes.

Nos vemos na fila do Estação!

Pinga, cana, aguardente, canha

Sexta feira, não precisa dizer mais nada né?! Na busca de um assunto para ilustrar esse dia tão feliz percebemos que tem muita gente falando da danada da cachaça. É, ela está cada vez mais pop e vai invadir o seu copo.

Imagem

A cachaça está perdendo o estigma de ser a bebida baratinha do pé sujo para se tornar chique, cult. Primeiro veio a Sagatiba, mais recentemente a Santa Dose, que já vem com mel e limão, anda sendo vendida em boates bem conceituadas e olha só, assinou com a Brown Forman (dona de marcas como Jack Daniel’s e Finlândia).

Antes de tudo a cachaça é tradição, tem tudo a ver com a história do Brasil. O que seria de nós sem a caipirinha? Quem já saiu do Brasil ou foi a Lapa em uma sexta ou sábado a noite sabe bem o fascínio dos gringos por ela. Aliás, tudo isso ficou tão sério que em 2009 a caipirinha foi regulamentada através do decreto nº6871. A cachaça não está atrás não, em abril o nome virou marca nos EUA, com direitos exclusivos para produtos de acordo com o padrão de qualidade nacional e produzidos no Brasil. Chique.

§ 5º A bebida prevista no caput, com graduação alcoólica de quinze a trinta e seis por cento em volume, a vinte graus Celsius, elaborada com cachaça, limão e açúcar, poderá ser denominada de caipirinha (bebida típica do Brasil), facultada a adição de água para a padronização da graduação alcoólica e de aditivos.

Não sabe por onde começar? A gente te ajuda. Os drinks a base de cachaça estão por aí se você achar que ela pura pode ser muito forte, vale a pena experimentar. Tomou coragem, quer provar, mas quer uma boa? A Seleta –paixãozinha pessoal- (MG), Canarinha (MG), Salinas (MG), Serra das Almas (BA), Serra Limpa (PB) e Carvalheria (PE) são algumas cachaças que foram premiadas pela crítica especializada.

Tim-tim!

“BB cream: dignidade em um minuto”

Tem pouco mais de um ano que os BB creams começaram a pipocar por essas bandas e diferente de muitas novidadinhas de beleza que aparecem por aí, ele ficou. As promessas são mirabolantes e como boa desconfiada, nem liguei.  Até que semana passada a Fabíola Monteiro, consultora de imagem que fez o curso “A cor na estética pessoal” comigo em São Paulo postou uma frase que me deixou no mínimo intrigada: “BB cream: dignidade em um minuto”. Depois de algumas horas na internet, resolvi comprar o meu para experimentar. BB Cream Amor. Quem me conhece sabe que eu costumo andar maquiada e para quem também tem esse hábito, só digo uma coisa: a vida pode ser mais fácil. Um produto substitui hidratante, protetor, prime e base e a aplicação é super fácil. O que me leva às moças que não costumam usar maquiagem seja pelo peso ou pelo tempo que se gasta. Não leva nem um minuto, em trinta segundos a pele muda totalmente. Ele é diferente das maquiagens tradicionais porque ele penetra na pele e assim, nunca fica aquela aparência de massa corrida que, a gente sabe, pode acontecer quando pesamos a mão na base e o melhor: a pele “respira”. Lógico que a durabilidade é bem menor. Minha pele, que é oleosa, segurou ele por mais ou menos quatro horas (mas o retoque é super rápido e fácil), com prime e base 24 horas, minha pele aguenta mais ou menos 10 horas (se não for verão). “Por ter cobertura leve, o BB Cream não substitui a base, a não ser que a pele esteja livre de manchas e sinais mais pesados.” diz Torquatto. Existem BB Creams de várias marcas, com diferentes promessas e logicamente, preços. Os com maior destaque nos blogs e sites são os da Maybelline e da L’Oreal, são também os mais baratos (em torno de R$30,00) e o que eu comprei pelo menos, valeu cada centavo.

Moda e ecologia

Você já parou para pensar em como suas escolhas na hora de comprar moda podem afetar o meio ambiente?  O que acontece com as roupas que se estragam ou que você não quer mais?

Colar “vasinho”.
http://goo.gl/7vdJUq

Se você resolver investigar as etiquetas das roupas no seu guarda roupa provavelmente vai perceber que tem muitas coisas de poliéster, poliamida,acrílico e elastano. Essas fibras são feitas a partir de produtos da indústria petroquímica. Resumindo, vestimos plástico. Um material que além de barato, amassa menos e tem um ótimo poder de retenção da cor. Só existem alguns probleminhas: têm tendência a causar irritações cutâneas, interferem na atuação do campo bioeletromagnético do ser humano e não deixam a pele respirar e no Brasil em especial, isso é péssimo. Mas o pior problema é o descarte, uma vez que você não quer mais a peça, doando, vendendo ou jogando fora mais cedo ou mais tarde ela será lixo e esses tecidos levam em média um século para se decompor. Por outro lado fibras naturais, como o algodão (que inclusive é o material usado na produção de calças jeans) não levam mais de um ano para passar pelo processo de decomposição.

O jeans, no entanto tem um processo de fabricação altamente poluente (assim como a viscose). São gastos aproximadamente 120 litros de água na produção de uma calça jeans e além disso, o tecido passa por processos de beneficiamento que envolvem corantes derivados do petróleo, amônia e soda cáustica. A boa notícia é que cada vez mais as marcas vêm tentando se adaptar e já existem linhas de jeans (e roupas no geral) ecológicas. Isso tem sido feito a partir do uso de materiais naturais como o algodão, linho e cânhamo ou pela reutilização de garrafas pet, por exemplo – vale lembrar que nesse caso, apesar de aumentar a vida útil do plástico, eventualmente será descartado e volta-se a questão do tempo de decomposição.

Dois vestidos da coleção sustentável da H&M “Exclusive Conscious Glamour Collection”

Dois vestidos da coleção sustentável da H&M “Exclusive Conscious Glamour Collection”

O assunto moda e sustentabilidade dá pano para a manga, tecidos poluentes, tecidos de difícil decomposição ou até tecidos que agridem o ambiente no processo de cultivo da fibra. No final das contas, é importante que o consumidor saiba o que está levando para casa e entenda o impacto daquele produto (de moda ou não), no meio ambiente e até na própria saúde.

A título de curiosidade os materiais mais eco-eficientes para o vestuário são os de tecidos naturais como algodão, linho, cânhamo, etc. Naturais orgânicos não utilizam agrotóxicos e adubos químicos em seu cultivo.

Para garotas incríveis

Vocês já conhecem o Seis Músicas? É um projeto bem divertido onde são criadas playlists para diferentes situações. Tem música para lavar a louça, cortar o cabelo, para pintar as unhas e até para uma blogueira entrar de graça na balada.

Escolhemos uma dessas listinhas para animar sua segunda feira:

Para garotas incríveis, via Seis Músicas. Para ouvir a playlist é só clicar na imagem.

Para garotas incríveis, via Seis Músicas.
Para ouvir a playlist é só clicar na imagem.

Chegamos!

Nossa consultoria de imagem é um serviço personalizado que entende que cada cliente é única e por isso merece um atendimento sob medida. Aqui se pensa além da moda, sabemos que o mundo é muito mais do que isso, mas sabemos também que a nossa imagem pessoal é nosso cartão de visitas.

Os gostos, estilo de vida e orçamento da cliente são as principais ferramentas no aprimoramento desse estilo único. Os serviços podem ser contratados em pacotes ou de forma avulsa, a necessidade da cliente é lei.

Acreditamos no consumo consciente e autoestima. Peças amontoadas que nunca são usadas só atrapalham, tornam o vestir complicado ou até estressante. Parte do nosso trabalho é fazer com que essas escolhas se tornem práticas, eficientes e até econômicas e sustentáveis.

Aquela velha história de que o importante é se sentir bem continua com tudo e não tem tendência que derrube. Uma mulher que se sente bonita é uma mulher confiante, sua postura muda e até melhora seu poder de comunicação.

Essa consultoria surgiu da ideia de que esses serviços, apesar de úteis, ainda são vistos como exclusivos, e de fato são.  Nossa missão então é simples, oferecer um serviço de qualidade, personalizado e com um valor diferenciado.

Aqui falaremos de tudo, cinema, música, gastronomia e quem diria, até moda. Esperamos que vocês aproveitem (e se divirtam, claro).  :)